Follow by Email

sexta-feira, 25 de março de 2011

Cuidado com seu perfil na Internet

Utilizar as mídias sociais pode fortalecer sua imagem profissional e garantir seu emprego... Ou não.



Por Rômulo Martins – Emprego.com. br



Consultores de empresas e especialistas em mídias sociais afirmam que os profissionais se sentem mais à vontade para se expressar nas redes do que no ambiente de trabalho. Sem “máscaras”, postam seus melhores ou piores momentos e tendem a opinar sobre diversos assuntos sem receio. Muitas vezes nem se dão conta que estão fazendo de suas vidas um livro aberto. Não por acaso as redes tornaram-se um prato cheio para as empresas que estão contratando ou querem conhecer melhor os hábitos de seus funcionários.



“Com o avanço da tecnologia e a facilidade com que as informações são obtidas e, pelo fato de as pessoas se sentirem mais seguras para falar sobre si nos perfis online, muito da verdade dos candidatos está exposta nas redes sociais. Por isso, os perfis tornaram-se parte da pesquisa para encontrar o profissional ideal”, diz José Augusto dos Santos Castelão, coordenador de recursos humanos da Enken Comunicação Digital.



Além disso, os perfis sociais podem revelar como está a satisfação do profissional com a empresa e como ele se relaciona com as pessoas que fazem parte do seu universo, dizem especialistas. Considerando o conservadorismo do mundo corporativo, todo cuidado é pouco na hora de postar informações pessoais ou profissionais nas redes. O uso inadequado das mídias sociais pode manchar sua imagem profissional e colocar em risco sua carreira.



O Empregos.com. br ouviu um especialista em redes sociais para executivos e dois profissionais da área de recursos humanos a respeito do tema*. Eles orientam os profissionais a como se comportar nas redes de modo apropriado - sob a ótica empresarial - para garantir uma boa reputação no mercado de trabalho.



1. Seja verdadeiro, mas não abra mão do bom senso;

2. Siga pessoas ou comunidades que gostem do mesmo hobby que você. Além de ser uma forma de fazer amizades e trocar informações, pode facilitar uma contratação no momento de as empresas avaliarem seu perfil;

3. Fotos ou vídeos sensuais ou que denotem um perfil noturno excessivo não são recomendados;

4. Publique informações relacionadas ao seu campo profissional;

5. Siga pessoas ou comunidades voltadas a sua área de atuação. Isso mostra que você se preocupa com a sua carreira e com a atualização profissional;

6. Participe das redes de sua empresa;

7. Se você tem dúvidas sobre o que deve ou não publicar quando a informação ou o fato diz respeito à empresa em que trabalha converse antes com seu chefe;

8. Não participe de comunidades de cunho jocoso como “Eu odeio meu chefe”, “Eu odeio minha empresa”, “Eu odeio acordar cedo”;

9. Não faça parte de comunidades consideradas extremistas ou preconceituosas. Um médico que siga uma comunidade denominada “Eu sou a favor do aborto”, por exemplo, pode ser eliminado em um processo seletivo;

10. Jamais desrespeite as normas de uso das redes.

Fontes: Danielle Alves, responsável pela área de recrutamento e seleção da Talk Interactive; José Augusto dos Santos Castelão, coordenador de recursos humanos da Enken Comunicação Digital; Octavio Pitaluga Neto, gestor de mídias sociais para o âmbito executivo da Top Executives Net.



Networking ou “netburning”?

Que as redes sociais são poderosas ferramentas para trocar informações e fazer networking todos sabem. Mas poucos se deram conta de que, utilizadas de modo impróprio, elas podem provocar o efeito contrário, “queimando” a imagem pessoal e profissional. Nesse caso, o indivíduo estaria fazendo “netburning” - para manter o vício corporativo por estrangeirismos.



Para Octavio Pitaluga Neto, gestor de mídias sociais para o âmbito executivo da Top Executives Net, o próprio desconhecimento com relação aos recursos oferecidos pelas redes e a visão distorcida que grande parte dos profissionais tem delas já evidenciam o mau uso das mídias.



Entretanto, na visão de Pitaluga, o bom emprego das redes pode determinar o posicionamento profissional, proporcionar a transparência nas relações, construir uma imagem de confiabilidade e gerar oportunidade de negócios. “Networking adequado pela internet não é aquele em que ocorre troca de informações superficiais, mas aquele que se caracteriza pela gestão do relacionamento”, destaca.



“A melhor utilização das redes sociais vem com a possibilidade da troca de informações pertinentes à carreira. Já vi casos em que um perfil na internet serviu de portfólio. Aliás, as redes cumprem perfeitamente com esse papel”, conclui José Augusto dos Santos Castelão, da Enken Comunicação Digital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode alem de seguir este Blog fazer seus comentários e enviar sugestões de publicações e matérias: